Lado cruel

Moço,

Eu não tenho juízo, não mesmo. Eu já parti corações. Já perdi a dignidade um milhão de vezes em noites caóticas. Julguei. Fui julgada. E menti. Ah, como eu menti. Para tudo, para todos. Nem todos. Eu não menti pra você. Eu guardei esse meu lado cruel no bolso e virei a garotinha cheia de expectativas só pra te encontrar naquela noite. Deixei você me abraçar, e até afaguei seu cabelo na frente de todo mundo. Então, me diz, a razão pela qual você não guardou o seu lado cruel no bolso?

sad

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s