Te dizer adeus

Imagem

Eu queria poder ter dito alguma coisa. Talvez ter sussurrado um “adeus”, mesmo sabendo que ele não seria pra valer. Qualquer coisa pareceria melhor do que ficar á centímetros de você forçando um sorriso estúpido pra todos ao redor como se não estivesse te enxergando.

É por isso que odeio despedidas, elas nunca são como nos filmes, são muito mais cruéis. Principalmente quando a pessoa da qual você menos quer se despedir é o monstro que partiu seu coração.

Você tem sorte, não vai passar dias se martirizando por aquele momento em que devia ter dito algo, na verdade, logo você irá esquecê-lo, enquanto eu estarei bem aqui imaginando como aquele adeus poderia ter sido mais bonito.

Eu sei que vou te ver de novo até que o verdadeiro fim chegue, mas só espero não ter que sentir tudo isso mais uma vez, porque odeio me sentir assim como se um pedaço meu estivesse faltando e odeio ser idiota o suficiente pra sentir sua falta.

Anúncios

O fim é o começo

Minhas lágrimas escorrem, meus braços tentam alcançar aqueles que estão partindo e minhas pernas tentam voltar pro caminho que vai se apagando lá pra trás. Mas, a pior parte é saber que todas aquelas coisas boas que vivi não tem replay.

E assim aqueles que sempre estiveram lá por mim, vão embora deixando apenas saudade. E meu corpo se torna dependente dele mesmo, tentando manter-se firme enquanto tudo que parecia concreto se desfaz.

Ouço algumas vozes dizendo que tudo vai ser melhor daqui pra frente, mas custo à acreditar em qualquer coisa que tente me animar, depois de ter dito adeus ao que sempre me animou.

Tudo parecia real lá dentro, mas agora vejo que aquele lugar era como uma casa de vidro nos preparando para o mundo lá fora, e agora que ela se quebrou, você escolhe entre ficar lá dentro tentando juntar os pedaços e correndo o risco de se cortar com alguns cacos ou partir e correr o risco de se ferir de verdade no mundo real.

Ser quando crescer

Certa tarde invejei um garoto que devia ter por volta de seus dez anos de idade e falava com naturalidade sobre o que queria ser quando crescesse.

Me lembro quando as pessoas me perguntavam sobre isso e eu com toda inocência do mundo respondia. Era um futuro tão distante, quase improvável que parecia brincadeira toda aquela perguntação.

Mas agora o modo como eles perguntam mudou, é quase como uma sentença. Eu já sei o que responder há algum tempo, mas se eu tivesse dez anos as pessoas não estariam realmente preocupadas com a minha resposta.

Se eu fosse aquele menino e me questionassem sobre o que quero ser quando crescer, eu diria “qualquer coisa, desde que não seja adulto”, mas o pobrezinho é como eu era e não vê a hora de se tornar algo que ele julga ser incrível, mal sabe ele o que eu daria para brincar de responder essa pergunta.

Então ele subiu em sua bike e foi crescer, enquanto eu me perdia na nostalgia da minha mente quase adulta.

Só você

Minha vida estava uma perfeita bagunça e o aperto no peito não queria me abandonar. Meu corpo sucumbia de agonia e as lágrimas já queriam rolar. Mas, entre suspiros de desespero eu me deparei com seu sorriso estupidamente lindo, e a angústia fora tomada pelas benditas borboletas no estômago. Elas adoram aparecer quando você está por perto. E sempre é como se fosse a primeira vez, como se você nunca tivesse me arrancado lágrimas.

O sol parecia minúsculo diante da intensidade que senti ao olhar em seus olhos. Os problemas pareciam tolos. Tudo parecia tão inútil perto de você.

Eu sei que eles querem meu bem quando dizem pra mim seguir em frente, pra mim te esquecer, quando dizem que você não é merecedor do meu amor, que não merece uma segunda chance. Eu sei que eles tem razão, mas porque meu coração insiste em você.

Na verdade eu sei a resposta. Tudo tem estado sem cor desde que eu resolvi te esquecer, e eu só me sinto viva quando está por perto. Você é o que tem me dado forças. Simplesmente, não posso esquecer o que me faz bem. Porque mesmo depois de ter quebrado meu coração, você foi o único capaz de juntar os pedacinhos.

Eu quero gritar…

Eu quero gritar tão alto até perder a minha voz. Só Deus sabe o tamanho do aperto que está embrulhando meu coração. Estou desistindo das pessoas, estou desistindo de mim.
– Janaína Torres

O mundo dá voltas

Nós devíamos ouvir aqueles benditos ditados populares que nossas mães insistem em nos dizer, porque na maior parte do tempo eles estão certos, elas estão certas. O mundo realmente dá voltas, e só agora eu percebo. Enquanto eu estava agarrada à mim mesma, com lágrima nos olhos, tentando arrumar o estrago que você fez, não me dei conta de que um dia eu poderia me vingar, de que um dia você sentiria a mesma dor. Minha mãe não concordaria com isso, mas a vingança realmente é doce.

Você realmente achou que eu fosse esperá-lo pra sempre, realmente achou que era só estralar os dedos e me teria, mas você se enganou. Eu fiquei aqui o tempo todo por você, mas você destruiu meu coração. E agora que você viu que me perdeu de vez, está por ai em uma rua qualquer se lamentando com uma garrafa de vodka em mãos, enquanto grita o meu nome. Minhas antigas lágrimas se tornaram as suas. E seu antigo sorriso se tornou o meu.

Ninguém precisava sofrer, ninguém precisava se embriagar de amor, poderíamos ter sido “nós”, mas você preferiu acabar com qualquer possibilidade de alegria. Sinto muito meu caro, mas o mundo dá voltas, e agora é a sua vez de sofrer.

 

Continue à nadar

Tenho passado as tardes chuvosas abraçada às minhas pernas, como se a qualquer movimento eu pudesse quebrar no meio. Meu corpo anda trêmulo. E então, eles dizem para seguir em frente, mas não facilitam. Está tudo desmoronando, e a única realidade que eu conheci está terminando. Todos estão partindo, estão largando minha mão aos poucos, disfarçadamente, e eu acho que nenhum deles vai se lembrar do meu nome pela manhã, mas eu devo engolir essa angústia e continuar seguindo em frente. “Continue à nadar” cantou Dori. 

Não tem ninguém ali no desconhecido que se importe, são apenas rostos sem expressão e a cada novo passo sinto até mesmo minha sombra desaparecer. Isso é algo que eu tenho que fazer sozinha. E deveria estar tudo bem, porque eu sempre gostei de ficar sozinha. Mas, agora é diferente.

Talvez meus sonhos sejam as únicas coisas que não me deixarão esquece-los . Mas quando eu acordar a dor vai me sufocar novamente e não vai ter ninguém pra perceber meu sorriso forçado.

Odeio a parte do cada um por si, mas essa é a verdade, essa é a vida e não há nada que os traga de volta depois do fim.

Garoto certo

Não é justo me apaixonar por todos esses garotos. Não que eles sejam os errados, mas é que eles são os certos das outras garotas. Então, não é justo me apaixonar pelos garotos certos das outras garotas. Não quero ser a ponte pra que eles encontrem o verdadeiro amor. Não quero ser uma página do livro com final feliz de todos eles. Eu quero ser o final feliz.

Talvez o meu garoto certo esteja nos braços da garota errada. Talvez, ele ache por um bom tempo que ela é seu final feliz. Talvez, quando ela for embora, ele se sinta sozinho. Mas ai,  ele vai me encontrar em uma rua qualquer. Vai me achar engraçada. Vai me fazer cócegas. E eu vou irritá-lo tanto a ponto dele querer ir embora, mas ele nunca irá.

Ele não vai se importar com meu tom de voz alto, vai tentar falar mais alto do que eu, e algumas vezes irá conseguir. Vai cantar aquelas músicas caretas que ninguém gosta no meio da rua só pra me acompanhar com minha loucura. Vai rir de coisas toscas. Vai no show do meu cantor favorito comigo e vai saber absolutamente todas as músicas. Ele simplesmente vai me amar. Ele será meu ponto de paz, meu porto seguro, minha alegria, minha raiva, meu ponto fraco ou forte, ele será tudo que eu preciso e o que eu não preciso. Vai ser meu garoto certo. Meu final feliz. Então, por favor garoto certo, vê se abandona essa garota sem graça que te diverte todas as noites e vem me encontrar.